Publicações no formato ePUB

 Publicação em formato PDF

Comparando tipos de publicações, ePUB e PDF são coisas diferentes, com propósitos diferentes. Vamos mudar a comparação. O que é melhor, uma imagem em .JPG ou um texto em .DOC? ou seja, um texto em PDF (imagem) ou em .doc (texto editável)?

Acontece que o PDF é um formato coringa, que serve para algumas coisas. Em especial, ele é muito útil para que as coisas apareçam na tela exatamente do jeito que você quer. Por muito tempo ele foi a escolha padrão para documentos digitais por dois motivos:

  • Primeiro, que os autores dos documentos queriam certo controle sobre eles, para que não fossem modificados por aí, o que não é tarefa tão trivial quanto editar um arquivo no word.
  • Segundo, que como o “Adobe Reader”,(leitor de pdf’s), vinha de brinde nas instalações do Windows, o leitor era praticamente onipresente nos computadores.

Então uma coisa aconteceu: as telas ficaram de todos os tamanhos.

Veja bem, o PDF não é um bom formato para leitura de textos. Sua prioridade é o design. O layout da página é muito mais importante do que a sua legibilidade. Então você tem uma página dentro de um PDF. Se você a abrir em um monitor de 32” fullHD, você verá a página exatamente do mesmo jeito que se olhar na tela do seu celular com 4 ou 5 polegadas. Ah, você queria ler o texto que estava ali? Pois é, o texto fica tão pequeno quase impossível de ler. Problema seu. Olhe aqui o meu lindo design da página, porém o texto é mero decorativo.

Dito isso, há casos onde o PDF é realmente muito mais interessante: infografia é um deles. Na infografia você precisa realmente de um controle preciso de onde vai cada informação. Outro caso são HQs, nas quais a sequência e ordem de leitura dos quadros é um dos elementos de narrativa presentes.

Esse controle absoluto se torna o calcanhar de Aquiles do PDF. Veja bem, a maioria das revistas literárias são publicadas neste formato: o design delas torna a leitura impossível em telas pequenas (smartphones). Quando a fonte é maior, o caso é o oposto. A leitura em telas maiores fica estranha. O PDF é um formato derivado do papel. O papel não muda de tamanho, o designer tem total controle sobre o tamanho da impressão.

Assim, a maioria das revistas que encontro têm um formato muito parecido com o formato impresso, mesmo aquelas que são apenas digitais. Algumas trabalham até com colunas de página inteira, o que te obriga a ficar rolando a tela para cima e para baixo em cada página, o que torna a leitura cansativa.

Mas o que tem esse formato ePUB de tão atrativo?

Formato ePUB é todo readaptável em qualquer tela

Resumindo em uma palavra: reflow (texto fluido ou adaptável). O ePUB trata o texto como texto, ou seja, você pode aumentar ou diminuir a fonte à vontade, que a quebra de linhas será reajustada. Se isso pode parecer besta, pense no mar de possibilidades que isso abre. Eu posso ler no computador, em meu monitor de 22”. Posso ajustar a largura do texto torná-lo mais confortável de ler. Nem linhas compridas demais, nem linhas curtas demais.

O ePUB é derivado de um velho conhecido nosso: o HTML, linguagem de marcação da nossa Inter webs. Aliás, se estiver no computador, faça um teste: clique no botão “maximizar/restaurar” do seu navegador, para que ele fique em modo “janela”. É o segundo no canto superior direito da tela, entre o “minimizar” e o “fechar”. Agora vá com o mouse para o canto inferior direito da janela e mude o tamanho da janela. Observe como este texto se ajusta ao tamanho da coluna disponível. Isso é reflow, readaptação, auto ajuste, elástico, fluído, responsivo, como queira chamar. E isso é lindo.

Pois o formato ePUB (assim como a linguagem para web contemporânea) é um formato pensado para uma grande variedade de telas como computadores, dispositivos móveis, celulares, e-readers. O texto precisa ficar bonitão em todas elas. A prioridade é o texto e não o design.

Esse é o ponto central da minha frustração com as revistas nacionais e estrangeiras, que são oferecidas somente em PDF, e não em ePUB ou Mobi. É uma diferença de conceito.

Estão dizendo “olha o layout caprichado da minha revista. Ah, você quer ler o texto? Por que você quer isso? Não, não, olha que bonita a página.”

E o tal de mobi? ePUB é o formato padrão adotado pela indústria, utilizado pela maior parte dos aplicativos e lojas. Mobi é um formato muito parecido com o ePUB, mas é lido por um número menor de leitores do que o ePUB. No entanto, o Kindle, um dos e-readers mais vendidos, lê apenas mobi e não ePUB. Para efeitos práticos neste texto, podemos dizer que mobi = ePUB.

 Aplicabilidade e praticidade do formato ePUB

Cada vez mais as minhas leituras são feitas no sofá, poltrona, deitado na cama antes de dormir, na fila do banco e por aí vai. Quando eu não estou trabalhando eu não quero me sentir trabalhando. Sabe aquele monte de artigos que eu compartilho na newsletter? 90% deles foi lido no celular depois de salvos no Pocket.

Então eu tenho um Kindle e um celular e uma pilha gigante de coisas para ler, entre contos, artigos e livros. Eu não vou conseguir colocar o PDF na fila simplesmente porque eu preciso reservar um período de trabalho em um espaço que seria de lazer.

É o mesmo motivo pelo qual há alguns anos não jogo nenhum jogo no PC. Sim, o Steam é lindo e as promoções são tentadoras, mas no fim eu prefiro me jogar no sofá com meu ergonômico controle de PS3. Eu não preciso de mais horas de computador para piorar meus problemas de coluna.

O que eu quero dizer é que o seu conteúdo parece legal, parece ótimo, eu quero ler! Por favor, não me obrigue a ler no computador.

Como ler ePUB

Primeiro, vamos deixar claro. Um ePUB é um arquivo. Assim como um DOC, um PDF, um JPG. É o arquivo do livro que você baixa para o seu computador ou celular. Para abri-lo você precisa de um programa específico.

Um dos motivos pelo qual as pessoas tanto pedem o tal do PDF é porque acham que você precisa comprar um aparelho para ler ebooks. Ou, como não têm instalado no computador ou celular nenhum software capaz de ler o arquivo, ficam perdidas sobre por onde começar.

Então vamos lá.

 Como ler ePUB no Windows em 3 passos

Como os E-pubs foram desenvolvidos especialmente para e-readers, é uma pena que existam poucos bons softwares de leitura de ePUBs, principalmente no computador. Estou assumindo que você já baixou um livro em ePUB, como por exemplo, o livro Quanto vale o seu texto, que você recebe de graça ao assinar minha newsletter. O arquivo está salvo em uma pasta no seu computador.

  1. Baixe e instale o aplicativo chamado Calibre

Há vários programas que leem ePUB, mas vou indicar um único: Calibre. Tem em português-Brasil, é gratuito e livre para download no seguinte link: http//:www.calibre-ebook.com/download. Basta clicar em “Download Calibre”, baixar o programa e seguir os passos de instalação.

O Calibre é, na verdade, três programas num único pacote. Um gerenciador de ebooks (biblioteca), um leitor de ebooks e um editor de ebooks. Só precisamos saber dos dois primeiros.

  1. Abra o Calibre

Dependendo das configurações de instalação, há um atalho na sua área de trabalho. Se não, ele está no menu iniciar como “Calibre – ebook management”. A tela que abrirá é sua biblioteca.

  1. Adicione o livro (ePUB) à sua biblioteca. Então abra o livro e seja feliz

Clique no primeiro botão, “Adicionar livros”, e encontre o arquivo epub que está em seu computador. Então basta dar um duplo clique no nome do livro e pronto! Leia sem moderação. O Calibre salva o ponto onde você parar a leitura, da próxima vez que abri-lo, estará na página certa. Há também outros recursos, como aumentar ou diminuir a fonte, deixar anotações ou seguir o índice, mas você pode explorar esses recursos por conta própria.

 Como ler ePUB no sistema Android (smartphones e tablets)

– Primeiro você precisa instalar um aplicativo capaz de ler ebooks. Minha recomendação é o Aldiko ou FBreader, que pode ser baixado na Play Store, basta pesquisar por leitores de ePUB:

– Baixe o Aldiko ou outro leitor na Play Store;

– Baixe o livro no formato ePUB que você quer ler diretamente no aparelho;

Dependendo do sistema, ele perguntará como quer abrir o arquivo, então selecione o Aldiko ou outro instalado, e o livro se abrirá. Se não aparecer essa opção, abra o Aldiko ou outro leitor e procure pela opção de “adicionar livro” ou “importar livro”.

Como ler ePUB no iPhone ou iPad

– Baixe o aplicativo iBooksna App Store;

– Baixe o arquivo ePUB diretamente no aparelho;Aparecerá a opção de abrir o arquivo usando o iBooks. Então basta abrir o aplicativo e ler o tal livro. É possível sincronizar os livros também pela biblioteca do iTunes.

 Kindle, Kobo e livrarias virtuais

Em sistemas fechados (como em livrarias virtuais, tais como Kindle, Kobo, Saraiva), você não segue nenhum dos passos acima. Basta comprar o livro pelo site ou pelo aplicativo que ele aparece “magicamente”, basta abrir e ler. Um livro comprado em um canal, digamos, na Amazon (Kindle), só poderá ser lido por esse aplicativo. Você não pode baixar, salvar ou enviar para alguém.

O que estamos falando nos tutoriais acima é de um sistema aberto, onde você baixa o arquivo do livro (ePUB) e pode fazer o que quiser com ele, lê-lo em qualquer leitor que preferir ou até encaminhar a um amigo, se a licença permitir. (Se a licença não permite, encaminhar é considerado pirataria).

Resumindo:

Publicações no formato PDF é estático, só permite ampliação e redução;

Publicações no formato ePUB é fluido, se adapta para qualquer tamanho de tela sem perder o tamanho do texto, podendo aumentar ou diminuir o tamanho da letra se adaptando ao tamanho da tela.

DICA: http://www:lelivros.com/ é um site de downloads para livros no formato e-PUB, gratis.

 

O texto foi alterado mantendo a fonte do original, retirado do site:
http://viverdaescrita.com.br/como-ler-epub-e-por-que-ele-e-muito-mais-legal-que-pdf/